Qual é o teu conceito de Vida?

Qual é o teu conceito de Vida?

Esta é uma pergunta que, analisada com atenção, dá muito que pensar. Afinal, o que é a vida? O que significa? Qual é o conceito por detrás desta palavra?

Esta questão foi-me colocada há dias por um amigo, mas não lhe soube responder de imediato. Tinha que pensar … afinal, o que é isto da vida? Uma coisa eu sei, aquilo que para mim é a vida, poderá não o ser para ti e o teu conceito de vida, provavelmente, também não será o mesmo que o dos teus conhecidos. Acredito que o nosso conceito de vida variará de acordo com as experiências pessoais e as prioridades de cada um.

Para mim, a vida resume-se a um experienciar de sensações. No fundo, cada experiência permite-nos passar por um conjunto de emoções e sensações, que, no final, se transforma numa memória, sendo a memória das nossas sensações o que realmente prevalece no tempo.

Todos temos o objetivo de sermos felizes e vivemos a nossa vida nesse sentido porque sabemos que é uma sensação de que gostamos, que nos faz sentir bem, que nos faz sorrir e sentir confortável. Ninguém gosta da sensação de mau-estar, de doença, de não ter dinheiro ou de ver uma pessoa que lhe é querida infeliz.

Então, o que é a vida? Uma “passagem” que nos permite descobrir diferentes emoções, na minha opinião. E nessas diferentes emoções poderão estar incluídos diversos objetivos de vida de diferentes pessoas, seja tirar um curso, seja casar e ter filhos, seja conseguir dar a volta ao mundo ou ajudar os mais carenciados. Mas também faz parte do conceito de vida descobrir as más sensações, pois, afinal, é o conjunto de todas elas que nos faz adquirir maior conhecimento sobre isto da vida, sobre como devemos lidar uns com os outros, sobre como devemos agir. São estas diferentes sensações que nos permitem distinguir o bem do mal, o certo do errado, o justo do injusto. Não são, no fundo, as sensações e emoções que nos moldam? Não são as experiências que vivemos que nos permitem ser quem somos e agir racionalmente?

Para mim, a vida é isto: uma possibilidade de sentir. Sentir dor, sentir prazer. Sentir frio e calor. Sentir conforto, mas também saber o que é o desconforto. É conhecermos o justo e o injusto para nos podermos colocar no lugar do outro. É saber o que se sente quando não se tem dinheiro para valorizar quando se tem. Viver é sentirmo-nos felizes, mas também angustiados e que há experiências que nos poderão proporcionar sensações únicas.

Pergunta-me novamente: “qual é o teu conceito de vida?”.
E eu vou responder: sentir.

T.

Leave a Reply

Your email address will not be published.